Game Audio Feel: Você sabe o que é?

Por Danielle Serranú

 Capa Game Audio Feel

Capa Game Audio Feel

Se você chegou aqui e nunca escutou a expressão Game Audio Feel, ta tudo bem, nem todo mundo tem conhecimento desse recurso essencial para qualquer trilha de jogos. Acontece que Game Audio Feel é a habilidade de fazer com que o som do jogo se encaixe perfeitamente com a proposta e o objetivo.

Mas como assim se encaixe? Pense bem, quando você vai jogar algum jogo, você espera que haja uma imersão nessa história ou experiência. É como um filme, você não vai no cinema pensando nos atores, mas sim na história como um todo. Os jogos funcionam assim. Todos os elementos de um jogo estão presentes para causar apenas um sentimento: o de imersão. Isso é Game Audio Feel, você criar uma trilha (música e efeitos sonoros) que aumentem e facilitem a imersão do jogador no jogo.

Evitando a Fadiga Sonora: Músicas

Uma das coisas que é necessário evitar quando você está compondo músicas para um jogo é a fadiga sonora. Mas o que é isso? É quando você causa cansaço no jogador através da música. Vou dar um exemplo: imagina que você está jogando uma fase de exploração onde você passa mais ou menos 6 minutos para completar o objetivo, mas a música dessa fase é um loop de 30 segundos. Por mais incrível que a música seja, ela vai se tornar cansativa ao ponto de você querer fechar o jogo.

Isso acontece porque quando o jogador escuta uma música, ele vai mapeando-a em sua cabeça, primeiro a melodia, depois o ritmo e por aí vai. Isso acontece com a música do Super Mario, por exemplo, todo mundo a reconhece, mesmo que nunca tenha jogado Super Mario. Quanto mais você escuta uma música ou melodia, mais fácil é de você reconhecê-la e gravá-la. O problema é que se você a escuta milhões de vezes em um curto período de tempo, ela se torna cansativa, o que atrapalha e muito na gameplay e na imersão do jogador.

Por isso escolha suas melodias, variações e tamanho de músicas com cuidado: essas escolhas podem ser a diferença entre o próximo tema do Mario e o hit chato que passa na rádio que você não tira da cabeça.

Evitando Fadiga Sonora: Efeitos Sonoros

A mesma coisa pode acontecer com os efeitos sonoros. Pense no mundo real: todos os sons que você escuta no seu dia a dia não soam iguais, mesmo quando são emitidos pelo menos objeto. Há variação no volume, intensidade, pitch e duração. Para que o som do seu jogo se torne interessante e mais real, ele precisa seguir esse tipo de variação.

Imagine um jogo de FPS onde todos os tiros da sua arma são exatamente iguais. Além se não soarem como tiros reais, é uma experiência que vai se tornando cansativa para o ouvido do jogador, porque nosso cérebro não está acostumado a ouvir os mesmos sons exatamente iguais de forma seguida e contínua.

O básico para impedir que isso acontença é fazer variações de pitch. Há muitas mudanças que você pode fazer em cada som para impedir esse efeito de fadiga, mas a variação de pitch é a forma mais fácil de fazer isso sem perder o sentido grupal do efeito sonoro. No mínimo três variações curtas de pitch é o bastante para que o seu som de passo não pareça uma britadeira.

Saiba Balancear a Quantidade de Som com o Objetivo do Projeto

Diferentes projetos demandam diferentes quantidades e intensidades de som por cena de jogo, vamos dizer. Uma das piores coisas que você pode fazer, e o que vai acabar totalmente com o seu Game Audio Feel, é apresentar uma cena ou espaço do jogo que tenha trilha de mais ou trilha de menos. Como um exemplo, pense em um jogo que não tenha feedback sonoro de algum item, ou de alguma ação do jogador. Automaticamente o jogo vai parecer vazio e incompleto, e isso acontece mesmo se for apenas um som que esteja fora do lugar.

A mesma coisa acontece no sentido inverso. Ações que tenham sons muito chamativos, ou músicas que nunca param de tocar, podem causar esse tão temido cansaço sonoro, o que pode fazer com o que jogador desista da gameplay. É importante que você escolha com sabedoria onde e quando você vai colocar efeitos sonoros e músicas nos seus projetos.

Alguns jogos como de terror, pedem uma música um pouco mais ambiental e mais baixa, para causar a imersão do jogador nesse cenário um pouco mais tenso. Outros jogos como de batalha pedem uma música mais rápida e agitada, que faça com que o jogador se anime para luta. E isso nos traz ao próximo tópico:

Não Esqueça de Acompanhar a Gameplay

Nada pior do que uma música ou efeito sonoro sem graça na hora da grande batalha com o chefão. Escolhas como essa podem causar o efeito inverso do desejado no jogador: podem fazer o jogo parecer menos divertido e empolgante.

Uma música ou efeito sonoro que nunca muda e passa todo o jogo em um único aspecto, dá a impressão de que o jogador não está progredindo na história, mesmo que ele esteja. Criar trilhas muito grandiosas todo o tempo ou que ficam muito calmas todo o jogo (ao menos que esse seja o objetivo, como em um jogo de raciocinio) fazem com que todo o som do jogo pareça ser sempre o mesmo.

O nosso parâmetro de grandiosidade nasce da diferença, por isso se você quer que algo soe grandioso, também coloque algo que soe pequeno antes ou depois. Ou ainda, se você quer pontuar momentos específicos da gameplay, faça com que haja uma diferença entre esses momentos e momentos normais do jogo. Dessa maneira, eles não só vão se destacar, como também vão parecer muito melhor distribuídos.

Essas foram algumas dicas sobre Game Audio Feel. Todos esses insights foram tirados do podcast que rolou sobre o tema com o Mauricio Ruiz e o Thiago Adamo, por isso vou deixar ele aqui para você escutar.

Gostou do nosso conteúdo? Estamos sempre postando materiais do tipo completamente de graça nas nossas redes. Para ter mais acesso a artigos assim curta Game Audio Academy.

E você? O que está esperando para investir na sua carreira de game audio? Nós temos dois conteúdos super legais para quem tem interesse nessa área.

Primeiro, o Game Audio Business, livro escrito pelo Thiago Adamo que está disponível totalmente gratuito para você ganhar mais conhecimentos sobre mercado e trabalho.

Temos também o mini curso 5 Passos Para Criar Trilhas Sonoras Para Games, onde o Thiago explica o básico para você que está começando e ainda não sabe muito bem onde investir. Tudo isso de maneira gratuita, só clicar para ter acesso!